Patagônia 2009: Chegando em Bariloche de Harley

Andes chegando a Bariloche

Índice das Postagens da Viagem

O início – União da Vitória – Rosário – Villa Mercedes – Andes – Land Rover – Vulcões – Rainhas – Bariloche – Esquel – Puerto Madryn – Península Valdez – Rio Colorado – Casapueblo – Enfim, Brasil! – Enfim, em casa! – Folegatti – Betão – Geraldo

Gosto dos amigos que compartilham comigo o entusiasmo por motocicletas Harley-Davidson!!! Estar com alguns deles por aqui, enfrentando estes desafios, me faz um bem danado!!! Estamos sempre juntos e a alegria é total.

Puerto Varas

Trajeto percorrido de 16/10 a 26/10/2009

Cruzamos em Puerto Varas com um casal de Sampa, numa Suzuki Vstron. Eles estavam fazendo o mesmo trajeto, mas no sentido inverso e estavam sozinhos. Nós os convidamos para jantar, mas eles preferiram ficar sozinhos!!! Se fossem Harleyros, primeiramente não estariam sozinhos e com certeza aceitariam nosso convite para o jantar e, quem sabe, dariam meia volta e nos acompanhavam no resto do nosso trajeto…..rsrssrsrs

cerveja patagonia

Deliciosa cerveja Patagônia

A amizade e o espírito de união está acima de tudo!!! Somente quem anda e gosta de Harley sabe o que é isso… Pena o Zé Maria e a Imaculada nao estarem por aqui com a gente, mas são lembrados sempre…

Lembramos também do Hélio sempre que conseguimos achar um lugar com a deliciosa Patagônia, uma cerveja muito suave e saborosa que ele gostou muito na viagem do ano passado por estas bandas.

Paso Cardenal Samoré

Andes perto do passo Cardenal Samoré

Hoje pela manhã partimos para uma nova travessia da Cordilheira dos Andes, atravessando o paso Cardenal Samoré. A cordilheira, nesta região, é bem mais estreita e mais verde do que no Paso de Jama, por onde entramos no Chile dias atrás.

A altitute também foi bem menor, o que tornou o trajeto bem mais curto e rápido do que a travessia de Mendoza para Santiago.

Motos paradas na Aduana 

carabineiros perto de bariloche

Policia Caminera inspecionando as motos

Na alfândega, que é operada conjuntamente pelo Chile e Argentina, foi a primeira vez na viagem que invocaram com as motocicletas!!! Ficaram retidas na fronteira, enquanto a Land Rover passou sorrindo e dando tchauzinho….Na chegada a Bariloche, foram parados novamente pela Polícia Caminera argentina e lá foi a Land Rover embora sem problemas…. Cada um tem o seu dia de caça e dia de caçador…rsrsrsrs

Bariloche

Ficaremos três dias em Barilhoche, na minha opinião o ideal seriam dois dias…. Vamos aproveitar o tempo para comer e beber os ótimos vinhos argentinos, e vamos fazer um pouco de bagunça por aqui também!!! Nada de anormal, mas espero que ninguém do grupo seja preso pelos Camineros!!! Afinal, só tem anjo por aqui, né?

Vista do Hotel Llao Llao e lago Nahuel HuapiAproveitamos Bariloche para dar uma boa relaxada e descansar. Chegamos no dia 26 e saímos hoje de manhã (29/10) rumo a cidade de Esquel. O tempo ajudou e pudemos curtir os dias maravilhosamente em Bariloche. Fomos ao Cerro Catedral, local das pistas de esqui no inverno, onde a temperatura estava baixa e não permitiu que nos aventurássemos pela área.

Lago Nahuel Huapi

bariloche2

Chegada em Bariloche

Almoçamos e fomos visitar o famoso Hotel Llao Llao, que por sorte nossa abre para visitação pública todas as terças-feiras. O local onde o Hotel está situado é de rara beleza. Ele fica nas margens do Lago Nahuel Huapi e está integrado na paisagem de uma forma espetacular.

Aproveitamos para tirar diversas fotos e fazer filmagens. As meninas aproveitaram para ir às compras, principalmente artigos voltados para se aquecerem…. Cachecois, luvas, botas, meias etc…

bariloche02

San Carlos de Bariloche

O jantar foi patrocinado pela família Zoom, pagando uma promessa feita por mim dias atrás para comemorar a chegada do passaporte em Mendoza.

O Folegatti não estava bem  e somente tomou uma sopa….azar dele, sorte minha!!! Ele ficou reclamando que não valia, e dançou na oportunidade….Dei sorte!!!  Ele já está bem  e fez o trajeto para Esquel numa boa.

Andes perto de Bariloche

A viagem para Esquel foi perigosa, com muita chuva, depressões na pista, que se transformavam em rios ou lagos. Teve uma bem profunda que parei a Land Rover em cima da poça d´água, liguei o pisca alerta para a moçada das motos diminuírem a velocidade e desviarem. Se tivessem entrado na depressão cheia de água com velocidade, já era!!!

Devido às condições da estrada tivemos que andar mais devagar e fizemos os 300 quilômetros de Bariloche até Esquel em quase 6 horas!!! A temperatura era baixa e variou em torno dos 10 graus centígrados.

______________________________________________________________________________
Texto: Zoom

(Visitado 507 vezes, 1 visitas hoje)

There are 3 comments

  1. mauricio dutra

    Folega e Zoom,
    Que P. inveja BOA!!!!!
    Acordei e ao abrir as fotos fiquei verdadeiramente emocionado!
    Que sigam em paz e que voltem breve e com Ele!!!!!!!
    Abraço do amigo,

    Dutra

  2. Zoom

    Fala, Sr. Dutra. Saudades amigo. Voce sumiu da área, mas esta viagem realmente vale a pena. Se a idéia é descansar, pode fazer sossegado, pois a paisagem, o calor humano por onde passamos e principalmente os laços q aki firmamos, são da maior grandesa.
    V se aparece, brother
    Abraço

  3. julio

    Continuo torcendo para que tudo vá muito bem. Seria muito bom a oportunidade de um jantar para passar um filme da viagem. Tenho certeza que assim muitos(como eu) se animariam a viver muito mais a vida.
    Fiquem com Deus e até breve!
    Júlio Andrade

Postar sua mensagem