Subindo a Cordilheira dos Andes rumo a Argentina

Santiago/San Luis 619 Km

Planejamos sair mais cedo visto que o trecho incluía a subida da cordilheira, parada na aduana, parada para fotos, etc. Entretanto acabamos conseguindo sair somente às 7:30hs. Compensamos o atraso com uma saída rápida da cidade de Santiago, pois o Hotel estava a 3 quadras da Ruta 5 que nos levava direto para fora da cidade rumo aos Andes.

O céu estava límpido com um azul luminoso que fazia as Harleys brilharem ainda mais na estrada. A temperatura estava agradável, mas saímos bem agasalhados, pois não sabíamos como estava o tempo no topo da Cordilheira. Como esperado a temperatura caiu no topo da Cordilheira, mas o céu continuou azul com um sol que amenizava a temperatura.

Cruzamos a fronteira Chile/Agentina sem problemas nem atrasos. Paramos na Puente del Inca, uma ponte natural de pedra feita pela natureza através da deposição de sedimentos do rio Las Cuevas. Embaixo da ponte natural tem as ruínas de um antigo SPA da década de 40, que foi destruído por uma enchente. Como a Puente del Inca é um local bastante conhecido, haviam inúmeros carros e ônibus com turistas no local.

Mais uma vez pudemos constatar como as nossas Harleys chamavam a atenção. Fomos literalmente cercados por adolescentes que estavam em um ônibus, primeiramente interessados nas Harleys e em seguida o interesse aumentou ao perceberem que o idioma que nos comunicávamos era o Português! Dispararam inúmeras perguntas até que chegou uma argentina falando um português sem sotaque, que explicou que era uma excursão de estudantes de Santa Fé na Argentina. Acrescentou que ela era professora de língua Portuguesa daquela garotada e que eles iriam fazer um trabalho após o retorno da viagem…

DSC00378peq

Puente Del Inca

Nos despedimos após inúmeras fotos dos adolescentes nas motos e continuamos a viagem com a certeza que as nossas Harleys iriam inspirá-los no trabalho escolar onde iriam narrar como eles encontraram 12 brasileiros vestidos em trajes negros de couro em seis motos enormes no meio da Cordilheira dos Andes!

Paramos para abastecer as motos e almoçar em Uspallata, uma cidadezinha no meio dos picos nevados da Cordilheira dos Andes. Tiramos um pouco de agasalho, visto que a temperatura estava aumentando gradualmente a medida que a cordilheira terminava. Em pouco tempo estávamos nas conhecidas estradas planas e retilíneas das planícies argentinas!

Cruzamos Mendoza rapidamente a 120 km/h e rumamos para San Luis onde chegamos às 19:00hs com o céu ainda claro. Como a cidade de San Luis era apenas uma parada técnica, jantamos no Hotel e fomos descansar mais cedo.

______________________________________________________________________________
Texto: José Maria

(Visitado 58 vezes, 1 visitas hoje)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *