Atacama 2011: Santiago a Uspallata

Aconcágua

Índice de Postagens da Viagem
O inícioGuarapuava – Puerto Iguazu – Corrientes – Salta – San Pedro de Atacama – Antofagasta – Caldera – La Serena – Viña del Mar – Santiago – Uspallata – San Luiz – Santiago del Estero – Chegando em Casa!

O trânsito em Santiago é bem caótico e eles dirigem de forma bem agressiva e, como tínhamos que passar na loja da Harley para recuperar os pesitos que cobraram a mais, saímos do hotel por volta da 9:00hs…. Achar a loja de metrô no dia anterior foi fácil, mas de moto, sendo guiados pelo GPS foi punk !!! mas chegamos lá com a loja abrindo (abre as 10:00hs) e prontamente me devolveram o dinheiro… mas quase aconteceu a Merda do dia, pois não devolveram o meu cartão de crédito !!!! e ainda me ensinaram o caminho errado para Uspallata !!!

Los Caracoles

Los Caracoles

Que saudades da loja do Betão !!!! aí sim a gente e é bem atendido !!!! no final tudo se ajeita e acabei recuperando o cartão, e fomos para a estrada de novo…. tínhamos que cruzar a cordilheira e isso sempre gera um frio na barriga.

Já tínhamos visto a cordilheira com neve na viagem a Patagônia em 2009 e, dessa vez, nada de neve… num cenário bem árido, mas chocante pela imponência das montanhas…. subimos Los Caracoles, uma sequência de mais de 20 curvas tipo cotovelo, de raspar a pedaleira no asfalto, e chegamos em Portillo para almoçar !!!

Quem já esteve lá sabe o quanto é lindo… dessa vez, sem neve o lago estava azul… aprendemos que tem uma lenda de uma princesa Inca que de tanto chorar pelo seu amado deu origem ao lago (parece a historia da Cris e do Helio… ah, ah, ah…..).

Portillo

Hotel Portillo

Hotel Portillo

O almoço foi dos Deuses !!! (Betão… aquele espaguetti com Salmão estava ótimo !!!!) e vinho…. muito vinho… mesmo sabendo que tínhamos muito chão e muita curva pela frente.

Aconcágua, Puente del Inca, Aduana, curva e mais curva, e lá estávamos nós na Argentina novamente!!!! Adios Chile !!!! estar no meio da Cordilheira com o por do sol é um show de cores indescritível, o mesmo pode se dizer do alvorecer que presensiaríamos no dia seguinte à caminho de Mendoza.

Portillo

Portillo

Muito frio durante o dia, mas quando caiu a tarde ficou quase insuportável… achamos o hotel em Uspallata ao pé da Cordilheira dos Andes, muito simpático e com o jantar incluído na diária…. e dá-lhe vinho !!!!! O Geraldo sempre fazendo as escolhas (acho que ele encarnou o espírito do Jeferson, que é o somelier da turma, ou então o Geraldo está enganando muito bem !!!!).

Fomos dormir cedo (23:59hs), e com muito frio… quando acordamos estava abaixo de zero e piorando….

_________________________________________________________________________
Texto: Folegatti

(Visitado 129 vezes, 1 visitas hoje)

There are 2 comments

  1. Oranda

    Oi Muito legal seus relatos. Vou para Buenos Aires dia 2 de julho, fico até o dia 6 de julho. No dia 6 de julho, pegarei voo cedo para Mendoza e chegarei lá na hora do almoço. No aeroporto vou alugar um carro e seguir direto para Uspallata. Pretendo ficar perto dessa região de Uspallata até o dia 7 final de tarde. Depois voltaremos para Mendoza. Minhas duvidas. Nessa época tem neve o suficiente para imperdir o transito nessas estradas??? Nesse um dia e meio que ficarei em Uspallata além do Aconcágua???
    grata

  2. Marcus Oliveira - Recife/PE

    Hoje tive a felicidade de reviver momentos inesquecíveis através de seus relatos. Estive com minha esposa em Mendoza em 2009 e fiz a travessia até Santiago. Através do video, postado no youtube, revivi cada momento daquela viagem. Obrigado por esta oportunidade. Parabéns a vocês. Valeu!

Postar sua mensagem