Dicas para Viagem ao Egito

PlanejamentoDicasCairoAbu Simbel Rio NiloLuxor

Neste artigo iniciamos as postagens sobre a nossa recente viagem ao Egito. Inicialmente abordaremos dicas gerais para o planejamento de uma viagem ao Egito. Numa segunda postagem abordaremos dicas específicas e informações gerais sobre os lugares que visitamos em nossa viagem. Em seguida faremos postagens detalhando cada trecho da viagem, com dicas e informações sobre a história do lugar.

Visto para o Egito

Os brasileiros necessitam de visto para entrar no Egito. Você pode obter o visto pela internet ou você pode obter o visto na chegada no aeroporto ao preço de US$25,00. No nosso caso o visto já estava incluído no pacote de viagem da CVC e o Guia que nos recepcionou em nossa chegada no aeroporto do Cairo já estava com tudo OK!

Caso você mesmo tenha que providenciar o visto, no hall de chegada do aeroporto do Cairo, antes do controle de passaporte, existe um local no lado direito onde tem as informações para fazer o visto de entrada e o pagamento de US$25,00. Você receberá um adesivo a ser colado em uma página em branco do seu passaporte.

Antes de prosseguir para o controle de passaporte, você deve preencher o cartão de migração de chegada (caso não tenha feito dentro do avião!) disponível na prateleira pouco antes da fila do passaporte. É um formulário padrão, onde deve ser preenchido o seu nome, data e local de nascimento, nacionalidade, número do passaporte e o motivo pelo qual você está visitando o Egito.

Com visto colado no passaporte e o cartão de migração preenchido, prossiga para o controle de passaporte para receber o carimbo de entrada no Egito.

Guia turístico no Egito

Sempre viajamos pelo mundo de forma independente, sem a contratação de “pacotes” ou Guias de Viagem. Entretanto, nas duas viagens que já fizemos ao Egito contratamos pacote turístico da CVC que incluía Guia em todo o trajeto, hospedagem, transporte e tickets para visitas a monumentos.  Portanto, por mais que você fique tentado a economizar dinheiro indo ao Egito de forma “solo” saiba que esta opção poderá no final custar mais caro com riscos de imprevistos inviabilizarem a sua viagem!

O conceito que normalmente temos de um Guia turístico é de alguém que vai explicar e dar informações sobre história em museus e monumentos… No Egito isso é importante, mas muito mais importante é ter alguém para cuidar de você durante a viagem! Saiba que planejar uma viagem para o Egito não é tão fácil quanto você imagina. A Agência de Turismo contratada juntamente com o Guia irão ajudar a reservar acomodações, contratar transporte, comprar tickets, planejar toda a logística e, sim, vai também explicar toda a história envolvida nos templos e monumentos… 

Você vai dizer: sou um viajante experiente e gosto de ser independente e nunca contratei guias turísticos em minhas viagens… gosto da experiência de explorar os lugares… Entretanto, saiba que o Egito é um lugar onde a contratação de um Guia é essencial permitindo otimizar tempo nas visitas, torna a viagem mais segura,  e, principalmente um Guia pode tornar a viagem mais econômica…

Tenha em mente que o Egito é um país único e difícil de viajar, principalmente se você não falar inglês e não tiver experiência prévia.

Caso você adquira um “pacote” de uma agência de turismo, você já contará com suporte de um Guia contratado pela agência para guiar todos os turistas que compraram o mesmo pacote de viagem ao Egito. Caso você queira fazer algo a mais, fora do planejamento do pacote, você pode contratar os passeios adicionais na própria agencia ou contratar um Guia específico para o passeio desejado. Ao contratar um guia procure referências, se possível de pessoas que você conheça e que já tenham usado os serviços do Guia. 

O Egito é movido por Gorjetas!

Os Egípcios de menor poder aquisitivo são muito pobres… Por essa razão as gorjetas são muito importantes para eles! Tenha em mente que praticamente todo serviço que você precisar vai ter que pagar uma gorjeta após o serviço… Portanto, procure levar do Brasil muitas notas de 1 dólar (leve 100 notas para uma viagem de 10 dias!).

No caso de você e sua esposa serem levados por um motorista contratado pela sua agencia de turismo para um passeio, após o final do passeio o motorista espera receber US$2,00 (1 dólar por pessoa). Se você utilizar um pequeno barco para visitar um monumento, após o final da visita o barqueiro espera receber US$1,00 de gorjeta por pessoa. Se alguém carregar a sua mala ele espera receber US$1,00 por mala. Ao dar gorjetas em dólar você economiza, pois caso seja necessário dar  em dinheiro local, a gorjeta é arredondada para LE$20,00 (atualmente US$1,00 vale LE$17,00!). 

No caso de você fazer um cruzeiro de barco de vários dias, as gorjetas devem ser dadas em uma única vez no final da viagem. Um valor de no máximo US$20,00 por pessoa é suficiente para as gorjetas de todos os funcionários do barco, incluindo garçons, camareiros, maleiros e eventuais  pilotos de pequenos barcos que venham a sair do navio para passeios. Entretanto, caso hajam maleiros para ajudá-lo fora do navio caberá uma nova gorjeta de US$1,00 por mala.

Procure trocar dinheiro local e tenha muitas notas ou moedas de LE$2,00 (libras egípcias). Este dinheiro local trocado servirá para você poder dar para crianças/vendedores que estejam tentando lhe vender algo que não lhe interessa… você deve dar LE$2,00 e eles ficarão satisfeitos! Utilize também LE$2,00 para gorjetas em banheiros em geral.

Sempre pergunte os preços!

Saiba que você deve acertar previamente todo serviço que venha a necessitar e que, na maioria das vezes, terá que barganhar preços pois isso faz parte da cultura local. Tudo deve ser pechinchado e não se preocupe em ofender alguém com suas ofertas… na verdade eles ficam honradas em ter negociado contigo!  Para alguns serviços onde seja difícil para o turista precificar a pechincha é mais importante ainda.

Por exemplo, caso você planejar andar de Camelo nas Pirâmides e não souber negociar o preço pode acabar pagando um preço injusto pelo passeio. No caso do Camelo, caso esteja negociando com o dono do animal, considere que no final do passeio você ainda terá que pagar de US$1 a US$5 dólares de gorjeta para o condutor do camelo… Deixe tudo muito claro e com os valores a serem pagos bem explícitos…

Uma dica é mostrar desinteresse após o dono do Camelo tiver dado o preço, haja como se fosse buscar outra alternativa ou fornecedor… Ao pedirem para você fazer uma contra oferta, ofereça a metade do que ele pediu… com certeza ele fará uma contra-proposta com um valor um pouco acima da sua proposta e você poderá aceitar tranqüilo e ele ficará feliz por ter havido uma negociação!! Para coisas mais baratas e fáceis de precificar, como  água mineral, não perca o seu tempo e pague o valor pedido (até  US$0,5 por garrafa de 600 ml).

Compre Chip pré-pago para celular!

É essencial que você, ao chegar ao aeroporto do Cairo, vá direto a um quiosque de uma operadora celular (Ex. Vodafone) e compre um chip pré-pago (SIMCARD). Com um chip de US$10,00 você terá 10 GB de internet para uma viagem de até 30 dias! Vale a pena, pois embora nos hotéis o wi-fi seja gratuito,  nos barcos que fazem os cruzeiros no Nilo o wi-fi é ruim e caro (cerca de US$15,00 por dia). A cobertura da Vodaone é ótima e funciona no Cairo, Abu Simbel, Assuan, Luxor e no Rio Nilo entre Assuan a Luxor!

O que vestir no Egito!

Caso você fique restrito a hotéis, navios e áreas de monumentos onde tem muitos turistas não é necessário se preocupar com limitações culturais na forma de vestir!  Entretanto, lembre-se da dica acima e evite se vestir de forma que você pareça um turista “comum” nos registros fotográficos… lembre-se que eles duram para sempre!!!  Muitos estrangeiros chegam ao Egito e se vestem como se ainda estivessem em seu país de origem com bermudões horríveis, tênis e meias 3/4 .

Portanto, somente se você for andar na rua ou ir em alguma mesquita, devem ser seguidas algumas regras. As mulheres devem tomar mais cuidados, como certificar de manter seus joelhos e ombros sempre cobertos caso estejam andando pelas ruas da cidade. Devem ter sempre um lenço na bolsa ou mochila para cobrir o cabelo ao visitar mesquitas e outras lugares religiosos. Caso estiver visitando uma mesquita e não tiver algo para cobrir seus ombros, pernas (do joelho para baixo) e cabelos, será fornecido algo para vestir que com certeza será muito desajeitado e estragará as suas fotos! Os Bikinis e outras roupas de banho são normalmente usadas nas piscinas de hotéis, nos convés de navios de cruzeiros no Rio Nilo e nos resorts do Mar Vermelho.

Roupas e sapatos confortáveis?

Esta dica vai na contra mão do que você já deve ter ouvido: leve roupas  e sapatos elegantes (e não necessariamente confortáveis!) para os passeios nos monumentos do Egito!

Se você estiver acompanhado verifique se os dois estão adequadamente vestidos e se as cores estão combinando… Provavelmente você nunca mais voltará ao Egito e portanto você TEM que aparecer em alto estilo nas fotos que durarão para o resto da sua vida!!  Uma dica é ir com sapato confortável e levar sapatos difíceis (Ex. sapato alto) dentro da mochila para serem calçados na hora das fotografias.  Lembre-se para nunca ser fotografado com mochila e penduricalhos nas mão! Prefira chapéus aos bonés… se possível aprenda a enrolar o pano de um turbande e saia a caráter nas fotos!!!

Não é necessário dizer para você levar câmera fotográfica de qualidade e que os selfies devem ser evitados a todo custo pois estragarão os seus registros de viagem…

Claro, você pode usar chinelos ou sandálias no convés do navio do cruzeiro pelo Nilo… portanto leve-as na bagagem…

Fotografia no Egito

É muito importante saber as regras para fotografar no Egito para não levar susto nos lugares proibidos… Vi pessoas passando aperto (constrangimento!)  após ter tirado foto em lugar onde era necessário permissão prévia (pagamento!) para fazer fotos!

Pirâmides de Gizé – Cairo – Egito

A princípio você pode tirar fotos em todos os monumentos e templos sem problemas. Apenas nos seguintes lugares tivemos que pagar para poder fazer fotos:

  1. Museu do Cairo:  para fotografar dentro do museu você tem que comprar um ticket adicional de permissão para fotografia que custa cerca de US$3,00 (50 EGP).  Mas ATENÇÃO, mesmo com esta permissão, você NÃO poderá fotografar dentro das salas das múmias e na sala com os tesouros de Tutankamon.  O uso de tripé é proibido dentro do Museu do Cairo.
  2. Templo de Abu Simbel: para fotografar no interior do Templo de Abu Simbel  você tem que comprar um ticket adicional de permissão para fotografia que custa cerca de US$17,00 (300 EGP).  A fotografia na parte externa do Templo e no Show de Luzes é permitido sem custo. Existe uma taxa irrisória adicional de cerca de US$1,00 (20 EGP)para uso de tripé  fora e dentro do Templo de Abu Simbel.
  3. Vale dos Reis:  para fotografar no interior das Tumbas dos Faraós no Vale dos Reis na cidade de Luxor,  você tem que comprar um ticket adicional de permissão para fotografia nas Tumbas que custa cerca de US$17,00 (300 EGP). Entretanto, o ticket de permissão para fotos não vale para a Tumba do Tutankamon onde fotografar é proibido.

Dentro do Museu, Templo Abu Simbel e Tumbas existem “fiscais” que quando pegam alguém fotografando sem o ticket de permissão para fotografia, fazem certo  auê deixando a pesssoa numa enooorme saia justa… normalmente eles pegam o celular ou câmera e apagam a foto… vimos isso acontecendo!   Obviamente, o coitado do turista leva um susto enorme e acha que vai ser preso ou ter o equipamento apreendido visto o tamanho do auê!!!

Cairo, Egito
Pirâmides de Gizé – Cairo – Egito

No caso específico de fotografia nas Pirâmides, existem mirantes maravilhosos  que para serem atingidos exigem caminhada à pé ou em Camelos. Saiba que, caso você esteja fazendo a visita em um grupo de excursão, com várias pessoas, provavelmente o Guia os levará apenas nos mirantes mais comuns, com fácil acesso para veículos. Caso você queira fazer fotos nos demais mirantes, sugerimos que você previamente escolha fotos na Internet dos pontos de seu interesse e contrate um Guia exclusivo para te levar às Pirâmides… mostre as suas referências de fotografias e diga que você quer fazer fotos nestes lugares!  Caso seja necessário contratar um Camelo, solicite ao Guia o ajude a negociar o preço com o dono do Camelo.    

Visite o Site da Viagem

egito

___________________________________________________________________________
Texto: José Maria

(Visitado 223 vezes, 1 visitas hoje)

Postar sua mensagem