saúde

Nosso primeiro contato com as estradas argentinas

Puerto Iguazú/Corrientes 615 km

Saímos pontualmente às 7:30 horas já no horário de verão (Argentina também adotou no dia 19/10!). O calor estava insuportável, para isso o remédio foi acelerar mais e ficar com pouca roupa. Almoçamos em Ituzaingo, uma pequena cidade turística nas margens do rio Paraná.

Chegamos em Corrientes no meio da tarde e saímos para um City Tour de moto, parando na avenida Costaneira que margeia o Rio Paraná para comermos e bebemorarmos com muito chopp. Tivemos a companhia de um Argentino (Carlos) dono de uma moto Honda que ficou com a gente tomando chopp.

Notamos como as motos Harleys chamam muita atenção na Argentina, em todo lugar querem tirar fotos da gente! Foi assim que o Carlos se aproximou do nosso grupo para tirar fotos das nossas Harleys.

A Partida de Campinas rumo a Santiago do Chile

No dia 18/10/2008, integrantes do HOG Campinas (Zé Maria/Imaculada, Betão/Marli, Geraldo/Solange, Hélio/Cristiane, Jeferson/Maria Helena e Marcão/Beth) partiram para uma viagem de moto, sem carro de apoio, de 23 dias de duração com um percurso de cerca de 8 mil quilômetros de Campinas até Santiago do Chile seguindo o roteiro abaixo.

mapaviagempeq

Mapa do Roteiro da Viagem

18/10/2008 Campinas/Guarapuava 670 km

Cidade: GUARAPUAVA (Paraná/Brasil)
Chegada 18/10/2008 saída 19/102008
San Marino Palace Hotel, Rua Inácio Karpinski nº 899
Tel: 42 3624 32 00 contacto: Patrik
Diária casal: R$80,00 com café da manhã (A/C , Frigobar, Estac.)

O ponto de encontro em Campinas na manhã do dia 18 de outubro foi o Ventura Mall. Após um rápido café da manhã saímos para encontrar os colegas Betão, Geraldo e Marcão em um posto de gasolina em Tatuí a 160 km de Campinas. O céu estava aberto, mas perto de Sorocaba o tempo fechou e tivemos que parar na rodovia para colocar as capas de chuva.

Conforme combinado previamente, o Betao conduziria o grupo até Santa Fé, na Argentina. Durante a viagem para Guarapuava a chuva fina foi constante, com breve intervalos sem chuva. Almoçamos em Castro e chegamos em Guarapuava no meio da tarde. O primeiro jantar do grupo na viagem foi numa pizzaria onde, além do chopp, foi acertado detalhes em aberto da viagem.

______________________________________________________________________________
Texto: José Maria