Viva Veneza

Veneza

Índice de Postagens da Viagem

RoteiroFlorença – Pisa, San Gimignano e Siena – San Galgano – San Quirico D´Orcia e arredores – Termas de Saturnia – Veneza

Desta vez planejamos ficar 4 dias em Veneza para poder apreciar com calma todas as atrações da cidade e redondezas. Neste artigo damos dicas para sua viagem a Veneza!

Chegamos em um sábado antes do feriado de 1 de maio (terça-feira) e a cidade estava lotada de turistas. Após nos instalarmos em nosso hotel próximo da Piazza San Marco,  fizemos um reconhecimento das redondezas e fotografamos a Piazza San Marco durante o pôr do sol.

Acreditando que as ilhas de Murano e Burano estariam mais tranquilas, reservamos o domingo para visitá-las… entretanto, muitos pessoas tiveram a mesma ideia e as ilhas estavam repletas de turistas! Adoramos visitar Murano com suas fábricas e lojas de arte em vidro e a pequena ilha de Burano cheia de casinhas coloridas onde o tempo parece ter parado.

O que visitar em Veneza

Veneza

Veneza é composta por um grupo de 117 pequenas ilhas separadas por canais, ligadas por pontes e muito confusa para se orientar em suas ruas estreitas e becos.

Utilizamos o GPS Here (aplicativo de celular com navegação Offline) que funcionou muito bem  em todas as partes da cidade, inclusive Murano e Burano.

Marcamos previamente no Brasil, diretamente no mapa do GPS Here, todos os lugares de interesse tais como restaurantes, museus, pontos de Vaporeto, pontos de Gôndola, etc.

VenezaVeneza é com certeza uma das cidade mais bonitas e românticas do mundo. Em grande parte isso se deve à sua característica única, com caminhos e transportes aquáticos em toda a cidade.

Os visitantes ficam maravilhados com as peculiaridades da cidade e querem ver e explorar todas as coisas e lugares, provar todas as coisas boas da culinária local e visitar todas  as ilhas das redondezas.

Entretanto, será necessário fazer escolhas tendo em mente o grande número de lugares a serem visitados e o objetivo da sua viagem! Com certeza nosso objetivo estava ligado à fotografia, principalmente por ser a terceira vez que visitávamos a cidade e a primeira vez com equipamento profissional de fotografia.

Planejando onde ficar

Veneza

É muito importante que o hotel escolhido na cidade de Veneza fique em local de fácil acesso a partir de pontos de parada do Vaporeto. Fique principalmente atento se não há canais a serem cruzados no caminho entre o ponto do Vaporeto e o hotel, pois isso significa que haverá pontes com escadas para você subir e descer com malas!

Eu escolhi entregar o carro alugado no aeroporto para poder ir para a cidade no Vaporeto que sai do aeroporto que é mais tranquilo e menos lotado. Paramos na Ponte Rialto e em menos de 100 metros de caminhada estávamos em nosso hotel sem ter que cruzar nenhum canal e nenhuma escada de ponte.  Evite ficar em hotel no continente (cidade de Mestre), em uma outra vez que estivemos em Veneza ficamos lá e perdemos a oportunidade de curtir a noite de Veneza, caminhando pelos canais e pontes à luz do luar.

O que ver em Veneza

VenezaCertifique-se de explorar o máximo as atrações em torno da Piazza San Marco, que são muitas! A praça é o coração de Veneza, onde fica o Campanile onde você pode subir para ver Veneza do alto, na praça fica também a  maravilhosa Basílica di San Marco, a Clock Tower, o Palácio Ducale, o Museu Correr e as famosas pombas da Piazza San Marco!

Faça a foto gliché das gôndolas em fila com a ilha de San Giorgio ao fundo. Outra foto obrigatória é a da Ponte dos Suspiros ao lado do Palácio Ducale.

VenezaAproveite e dê a volta para tirar foto do lado contrário da Ponte dos Supiros  desfrutando de um outro ângulo original da ponte com menos turistas atrapalhando a foto!

Devido às longas filas somente conseguimos visitar na Piazza San Marco o Clock Tower Museum e o Correr Museum, pois havíamos comprado os ingressos previamente pela internet. Não conseguimos ir nas demais atrações, mas algumas já havíamos ido nas outras vezes que estivemos em Veneza.

Aproveite quando ir pegar o Vaporetto para Murano e Burano e explore o bairro Cannaregio caminhando à beira dos canais com vista para trattorias e cafés. Uma outra atração imperdível é cruzar o Grande Canal de Vaporetto e admirar os vários palácios nas margens como o Ca ‘Rezzonico, o Palazzo Mocenigo e outros inúmeros monumentos e edifícios.

Visite também à pé a área em torno da Ponte Rialto e o mercado próximo à Ponte de Rialto com frutas, legumes e peixes com todas as suas cores e cheiros.  Evite comprar lembranças em barracas turísticas, pois são de baixa qualidade se comparada  com as vendidas em lojas de Veneza. Estas mercadorias podem ter sido feitas na China e sendo passada aos turistas como feitas na Itália, por isso é sempre bom encontrar um produto genuinamente italiano.

VenezaPlanejamos um passeio de Gôndola para o dia do meu aniversário, na terça feira primeiro de maio. Escolhemos um ponto de Gondoleiros  próximo da Ponte Rialto pois queríamos registrar o passeio de Gôndola com a ponte ao fundo. Levamos para dentro da Gôndola taças e uma garrafa de vinho tinto para brindar o aniversário do Zé Maria. O passeio de 30 minutos de Gôndola custou 80 Euros, mas com certeza não lembramos de ter feito antes um brinde tão especial no dia do aniversário do Zé Maria como foi este em Veneza!

Veja outras postagens com o Planejamento da Viagem e dicas específicas sobre cada lugar visitado na viagem: Florença PisaSan GimignanoSienaSan GalganoSan Quirico D´Orcia e arredoresPienzaMontalcinoMontechiello e Termas de Saturnia.

Veja abaixo o Photobook da Viagem

 

 

_____________________________________________________

Texto: José Maria e Imaculada

(Visitado 104 vezes, 1 visitas hoje)

Postar sua mensagem