Monthly Archives: Dezembro 2014

Making off de Foto de miniatura de Ferrari

Depois de um longo tempo sem postagens resolvi fazer uma brincadeira neste dia de Natal com o presente que ganhei da Imaculada: uma miniatura da Ferrari Testarossa! Neste artigo eu descrevo, passo a passo, o Tutorial para fazer a foto abaixo:

_DSC3005-Editar

PRIMEIRO PASSO: FOTOGRAFAR O PISO DA GARAGEM

O ideal é fotografar o piso de cima, sem distorção de perspectiva. Como moro no 14o. andar de um prédio, apenas mirei com a minha DSLR para baixo e enquadrei o piso da garagem do prédio feito em pedra portuguesa!

_DSC3008 _DSC3009

SEGUNDO PASSO: IMPRIMIR A FOTO DO PISO DA GARAGEM

Faça uma impressão colorida do piso da garagem em uma folha de papel de tamanho suficiente para colocar a miniatura da Ferrari em cima. No meu caso, como a minha miniatura de Ferrari tem 18cm de comprimento,  eu imprimi a foto do piso da garagem em uma folha tamanho A4 (30cmx20cm).

_DSC4062_DSC4070

TERCEIRO PASSO: PREPARAÇÃO PARA FAZER A FOTO

Coloque o papel A4 com o piso da garagem impresso sobre uma superfície plana, tomando o cuidado de deixar um pouco da beirada do papel para fora da superfície. Alinhe a câmera DSLR de modo que a composição tenha o final das bordas do papel coincidindo com a imagem do piso real da garagem, Coloque a miniatura da Ferrari em cima do papel A4.

_DSC3012 _DSC3011

Posicione a Camera DSLR na frente da miniatura a uma distância de 10 a 15 cm, a distância vai depender do tamanho da sua miniatura de Ferrari.  Regule a câmera DSLR com uma distância focal em torno de 18mm e com uma abertura mínima do diafragma (usei f22), ajuste o ISO e a Velocidade para ter uma boa exposição (eu usei ISO 160 e Velocidade 1/80).

_DSC4067 _DSC3005-Editar

QUARTO PASSO: FAZER A FOTO

Posicione-se bem à frente da miniatura da Ferrari de modo a gerar uma proporção adequada entre você e a miniatura. Faça uma pose considerando o ângulo de visão da câmera DSLR e pronto!!! Dependendo da pose, talvez seja necessário fazer algumas fotos até que a pose se encaixe na miniatura….

____________________________________
Texto: José Maria

A bela Ilhabela!

Esta é a primeira vez que fomos a Ilhabela de carro! Em outras 4 ocasiões fomos de motocicleta. Neste artigo vamos dar algumas dicas sobre o que fazer em Ilhabela.

O município de Ilhabela fica na Ilha de São Sebastião a 135 km de São Paulo. A ilha tem 348 km2 estando entre as 5 maiores ilhas do litoral brasileiro. Como a ilha é formada por altas montanhas a ocupação se deu na orla da ilha margeando todo o canal entre a ilha e o continente. A população hoje de Ilhabela é de cerca de 26 mil habitantes distribuídos na estreita faixa habitada da orla oeste da ilha de São Sebastião.

ilhabela01

Existem inúmeras pequenas praias com águas calmas na orla da ilha voltada para o canal de São Sebastião, todas acessíveis de carro por uma estrada asfaltada de cerca de 40 km (do extremo norte ao extremo sul). No outro lado da ilha, ainda muito pouco habitado, temos a famosa praia de Castelhanos com suas águas límpidas e agitadas nos seus  mil metros de comprimento. A praia possui uma boa infraestrutura, com quiosques que servem petiscos e bebidas, além de disponibilizarem banheiros e mesas. O acesso pode ser feito através de barco ou por uma íngreme estrada de terra de 23 km.

Onde ficar em Ilhabela?

As praias, hotéis, pousadas e restaurantes ficam distribuídos pela orla habitada de Ilhabela qué e estreita e longa (cerca de 40 km de extensão) e ligada por uma muito bem cuidada estrada asfaltada. Vale a pena percorrer com calma toda a estrada para vislumbrar a belíssima paisagem da ilha.

Existe um centro histórico, a chamada “Vila”, onde está concentrado um bom número de lojinhas, cafés e restaurantes sendo portanto o ponto de concentração da vida noturna na ilha.

ilhabela-mapa

As vezes que fomos à Ilhabela ficamos em hotéis próximos da Vila. Caso a sua visita coincida com a ancoragem de transatlânticos, se prepare pois a vila fica muito agitada. Nesta nossa viagem haviam nada menos que 3 transatlânticos ancorados…a Vila estava absolutamente tomada de turistas que desceram dos navios para passear e almoçar em Ilhabela…no dia desta muvuca pegamos o carro e fomos almoçar no restaurante Nova Iorqui que fica no extremo sul da ilha, que devido à distância estava muito tranquilo!!

_DSC3556 _DSC3664

E os Borrachudos?

Outra vantagem de ficar em pousadas nas proximidades da Vila é que por ser uma área urbana, existe um menor número de mosquitos borrachudos te picando…nesta nossa viagem tivemos poucas picadas de mosquitos, pois existia muito turista de navio para ser picado….rsrsrsrsrs

Caso você vá para o outro lado da Ilha, na praia de Castelhanos, vá preparado com repelentes pois você poderá ser devorado por borrachudos!!!

A regra geral é: quanto mais mata atlântica perto de você haverá mais borrachudos…evite locais próximos de cachoeiras pois haverá muuuuuitos borrachudos!

O que fazer na Ilha?

Reserve um dia para ir até a praia de Castelhanos do outro lado da ilha. A estrada de acesso é de terra com cerca de 23 km atravessando uma serra muito íngreme e perigosa. Se o seu carro não for de tração 4×4 rezar para que não chova na estrada!  Desde 2013, durante a temporada e nos feriadões o acesso de carro á praia de Castelhanos é controlado sendo permitido apenas cerca de 100 carros e 60 motocicletas por dia. Desta vez não fomos em Castelhanos, em nossa visita anos atrás fomos sem problemas de motocicleta trail!

Visite as praias da parte norte da ilha e pare nos inúmeros quiosques para tomar uma cerveja gelada. Devido à topografia as praias da parte norte são mais acessíveis de carro que as praias da parte sul da ilha. Na parte sul, na maioria das pequenas praias  é necessário deixar o carro na estrada e descer um barranco para acessar os quiosques na praia.

nova-irqui-ilhabelaEm nossa visita, como falamos acima, aproveitamos que a Vila estava cheia de turistas dos transatlãnticos e fomos almoçar no restaurante Nova Iorqui que fica extremo sul da Ilha, exatamente onde termina o asfalto.

Como o restaurante Nova Iorqui fica em cima de um penhasco em uma parte alta da estrada, já fora da orla do canal de São Sebastião, ele tem um vista privilegiada do mar à partir das suas mesas. É possível visualizar o perfil da ilha Alcatraz no horizonte!

 

 

 

_DSC3597 _DSC3665

O restaurante é  muito procurado pela grande variedade de pratos à base peixes e frutos do mar, com destaques para a tábua de frutos do mar, a anchova caiçara e risotos. O por do sol no restaurante é lindo, mas como fomos na almoçar não pudemos conferir esta beleza!!  Como o restaurante fica incrustado na mata atlântica é recomendado levar um repelente para os borrachudos.


Texto: José Maria e Imaculada