Monthly Archives: Junho 2009

Excesso de Televisão e Sedentarismo

Excesso de televisão e sedentarismo aumentam a angústia em crianças, aponta estudo

Um recente estudo demonstrou que ver televisão em excesso e inatividade física, são fatores determinantes e aditivos, de maior de angústia psicológica em crianças.

Um estudo realizado na Escócia, envolvendo 1.486 crianças com idades entre os 4 aos 12 anos, avaliou a presença do estresse psicológico através de um questionário específico, respondido com a ajuda dos pais.

Globalmente, 4% das crianças foram classificadas como tendo níveis anormalmente elevados de estresse psicológico.

Após análise estatítsica, crianças que assistiam televisão por mais tempo, quando comparadas com aquelas que assistiam por pouco tempo (menos que 90 minutos por dia), apresentaram escores significativamente maiores de estresse psicológico.

Da mesma forma, as crianças com um elevado nível de atividade física (mais de 10 sessões semanais com duração de pelo menos 15 minutos) quando comparadas com as crianças com um baixo nível (menos de 6 sessões semanais), tiveram escores significativamente menores de estresse psicológico.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=i5549xxz_w8]

Excesso de televisão e inatividade física aumentavam o risco relativo de angústia psicológica em crianças, na ordem de  45% e 64%, respectivamente. A análise demonstrou que estes dois hábitos inadequados de vida exerciam também efeitos aditivos.

“Como a atividade física na adolescência é capaz de prever também a saúde mental na idade adulta, as políticas de saúde pública deverão  se concentrar em promover um aumento das atividades físicas em crianças mais novas “, finalizam os autores do estudo.

____________________________________________________________
Fonte:Pediatrics(2009).
www.portaldocoracao.com.br

Easyrider (Sem Destino, o filme)

easyrider(1969) Procurar duas pontas de caminhos tão diferentes e tão iguais ao mesmo tempo, discutir ideologia a partir da contra-ideologia, ou o que é pior, discutir ideologia onde ela mora enfaticamente: na cultura americana ou o seu american live. Easy Rider é um filme de motoqueiros para motoqueiros.

Uma das pontas desta belíssima película é desvendar este mundo no que ele tem de fantástico: o visual, a ausência de destino e principalmente, captar o espírito da viagem em si, da saída de casa e sua simbologia (o relógio caído) do atravessar o deserto escaldante e perpassar uma américa dividida entre o o rural e o progresso urbano. A sedução de uma highway, no meio de um imenso deserto de sois e planaltos que se avolumam densamente, como psicodélicas imagens retratadas a pincel e esponja; o delírio de andar, sempre e sempre em caminhos, desvios e desvãos que misturam a realidade com o movimento.

Montados em suas motos, ambas de estilos diferentes: chopper com guidão alto, bem tradicional e esportiva no sentido harley; e outra guidão t-bar, quase uma dragster dos anos 70, quicando no asfalto bruto enfileirado na areia e visões amarelas da estrada.

Uma lenda se constrói a partir de sensações e devaneios, onde a presença milagrosa da imagem, do vento, do barulho do motor aberto de dois cilindros em V podem proporcionar; esta lenda passa a ser mito na medida em que é modelo, símbolo e passa a mediar o desejo incontrolável de imitar, sentir o que se sente quando se pega uma estrada com uma motocicleta…

_____________________________________________________________________________
Link para o artigo completo:
http://teoliterias.blogspot.com/2007/05/easy-rider-sem-destino-filme.html